quarta-feira, 1 de abril de 2009

Preé conceitos.

Engraçado, não posso fazer o que é bom. Tenho que fazer o que me convém, sendo que o que me convém, eu não quero fazer.
Isso me dá raiva. Porque certas atitudes são convencionadas a serem de tal forma, que eu tenho que agir dessa mesma forma. logo eu que não sou de seguir os outros. Ajo de acordo com a minha (se posso chamar assim) ética, com o que me é correto, do ponto de vista de tudo o que já passei desde a minha criação até as mais loucas experiências que estou vivendo na minha universidade.
Acho,às vezes, que tem pessoas que se assustam comigo. Por quê? Puro pré conceito. Olham para mim, julgam: Luna? Uma baixinha, que é toda bonitinha. Gosta de rosa? Huuum é patricinha. É patricinha ? Huuum, é fresca e (o que eu MAIS odeio) fútil.
Todos nós passamos por preconceitos, uns por serem gordos (eiita, que eu não convido pra almoçar lá em casa), outros por serem baixos (enchem de apelidos)...
Todos sofrem, mas todos fazem. Todos julgam, mas odeiam ser julgados. Isso já é do ser humano julgar. Só que o que me tira do sério é se levar por isso.
Eu sou preconceituosa em relação a várias coisas, mas eu não me deixo levar. Não é porque tal pessoa "tem cara disso" que ela é. E pelo incrivel que pareça, quanto mais eu não gosto mais me atiça a curiosidade sobre a pessoa, (claro com exceções). E as pessoas mais próximas de mim, hoje, são pessoas que em algum momento, por qualquer motivo banal, eu não gostei delas. Mas quando houve a oportunidade de tirar minhas conclusões finais, vi que estava enganada. E andentrei em uma amizade / amor repentino.
Queria que as pessoas não que parassem de julgar, mas que pelo menos parassem de deixar se levar. Todos nós temos defeitos e qualidades, e ninguém gosta de ser julgado pelo que não é .
Dê uma oportunidade não para os outros, mas até para si mesmo. ;)

7 comentários:

Pedro Maciel disse...

muito bom!
gostei mesmo!!!
raciocinios e pensamentos muito bem elaborados!!!
vlw!!

Contorcionista disse...

Concordo.

Lili disse...

Putz...eu tb sou tão taxada de patricinha...e se olhar meu guarda roupa não vai achar praticamente nada de marca...as pessoas tem mania de rotular os outros pela aparencia...
uma frase legal: Não sou geléia pra me rotularem! kkkkkk
só pra descontrari...rs

adorei seu blog

beijoo

Frank Lima disse...

Querida Luna, o pré conceito é intrinseco do "serumano" [nova ortografia], julgamos as pessoas pq isso é bem "natural", achamos normal, ter conseitos sobre tudo, mesmo que ainda, sendo conceitos superficiais, o que me assusta é que muitas vezes os pré conceitos de muitas pessas, permanecem pelo simples fato de não querermos encarar o objeto convceituado de outra maneira, pq assim saberemos que estavamos errados de inicio, ou seja, para aquele que sempre tem um conceito artificial sobre algo a priori, fica dificil cai na real, e perceber que tão futil e idiota ele foi superficialmente.


att,

ραmmeℓℓα   ♥­ disse...

Verdade...
A gente precisa reconhecer quando nosso conceito tá errado e mudá-lo.
Aconteceu isso comigo quantoa Priscila do BB9 --'
Beijo... estou razoavelmete de volta.

Mônica Paz disse...

Tá bombando aqui heim??

todos nós passamos por isso, tanto de um lado como o do outro. Mas só nos resta a nossa ponta para agir. Tano tentando evitar os préconceitos nocivos qt não nos deixar abater pelas opniões tacanhas! bjs

Linii disse...

Somos cheios de falhas e defeitos, e muitas vezes pra justificar os próprios erros algumas pessoas passa a vida criticando e criando rótulos pra todo mundo.
Na vida temos que aprender a usar tudo em nosso favor, se dizem que você e patricinha mostre a eles que você pode até ser uma patricinha , porem uma patricinha com muito valor, coragem e garra, faça eles mudarem de idéia, e isso não de certo o que importa, as pessoas que tem real importância na sua vida não te acham patricinhas.
Viver e um risco, todos os dias temos que ser aceitos em algum lugar, se você bonita não pode ser inteligente, se você e gorda não pode se vestir bem.
Quem foi mesmo que inventou essas regras ridículas?

O que importa, seja você e seja feliz o resto e conseqüência.

Beijos