sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Chega uma hora na vida em que você descobre:

Quem interessa,
Quem nunca interessou,
Quem não interessa mais...
E quem ainda vai interessar.
Portanto, não se preocupe com quem já fez parte do seu passado;
há um motivo para não estar no seu futuro.

Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher que eu acabei me tornando ... Basicamente, eu queria que você me amasse. Tudo que eu sei é que você é a coisa mais adorável que eu já vi. ... Mas eu sei que eu não sou o que você sempre sonhou... Você não sonharia tão alto!
Não corra atrás de quem você ama, a vida traz quem você merece.
Não gaste parte da sua vida lutando por uma coisa que no fundo no fundo você não quer, isso é inútil.

Viver não é esperar a tempestade passar... é aprender como dançar na chuva.


Artista Desconhecido

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O meu inferno astral




Não tenho muito o que postar. Não tô com saco pra postar, nem pra comentar (mas eu vou comentar não se preocupem). Não tô com saco pra ver gente, pra rir demais, pra tentar me divertir...
Mas eu continuo tentando! Mesmo tentando fazer de tudo pra alguém e esse "alguém" não fazer nada por você. Também depois de ter chorado ao telefone, de ter estampado que eu tava mal e esse "ninguém" nem ligar. É  nessa hora que alguém e ninguém são sinônimos.

Beijos e por favor; não me liguem.
Luna Gandra 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

De novo,



É o crepúsculo, de novo. Outro final. Não importa quanto os dias sejam perfeitos, eles sempre têm que acabar.



Twilight

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

um ponto


                                            
                          
                                                         "Ser, é ser percebido"



Berkeley

domingo, 6 de dezembro de 2009

Sonhos ou Pesadelos ?





Adormeci novamente em busca de sonhos onde eu possa te ter mais uma vez. Olhar teu rosto, teu sorriso faceiro que esconde o teu olhar em segundos de alegria.
Incrível é ver-me adormecer em horários não costumeiros, em minhas tardes livres ou até mesmo em manhã ensolaradas que te chamam para sair de cara. Todo esse súbito sonho é pra que a minha mente lembre teu rosto. Não é justo! Abrir os olhos e ti perder mais uma vez. Assim não querer acordar vira então uma constante.
Talvez seja um pouco o meu lado masoquista aflorando novamente, afinal não é saudável te procurar em todos os rostos, em todos os sonhos. Sonhos esses que me trazem a ilusão de que teu corpo está junto ao meu.
Só que esta cortante vontade é a que me faz sorrir com mais veracidade, que me faz correr dia-a-dia com mais vontade e que me dá a certeza de que nossa história não termina aqui.
Então nada como temer o amanhecer e o crepúsculo, estes que me avisam de que a realidade não é esta, este mesmo faz o tal sonho virar o meu mais querido pesadelo.
Luna Gandra

sábado, 28 de novembro de 2009

A Borboleta


"Não há alegoria mais notável e bela da imortalidade da alma como a borboleta, que depois de estender as asas ao tumulo que se achava, depois de uma vida mesquinha e rastejante como lagarta, flutua na brisa do dia, e torna-se um dos mais belos aspectos da primavera" ♥

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

As minhas 10 mais



Inspirada num post que acabei de ler fiz um hall de 10 músicas que eu nunca irei me esquecer:
1. Cajuína – Caetano Veloso. Nem sei explicar, mamãe e papai ouviam quando eu era criança. Então ela me lembra a minha infância.
2.João e Maria – Chico Buarque. Porque ele é foda, e essa música tem uma simplicidade e uma inocência, que não tem como esquecer.
3.Do Nosso Jeito – Chiclete com Banana. Achava linda essa música linda, e nas palavras humildes ele consegue falar de um dos maiores problemas do casal em esquecer os momentos importantes e darem valor aos detalhes.
4.Refrão de Bolero – Engenheiros do Hawaii. Foi a primeira música que ouvi deles, e perdi o fôlego com tamanha intensidade. E depois ela foi ganhando significados maiores em minha vida, então essa não tem como esquecer.
5. Pensando em Você – Claudia Leitte. Incrível, eu ouvi primeiro na voz de Henrique Cerqueira. E na época como eu era amiga do meu namorado e já estava rolando um clima, virou nosso primeiro tema. Depois a minha canttora (para quem não sabe eu sou fã de Claudia Leitte) fez uma versão do meu tema de namoro. Me diz se tem como esquecer?
6.Drão – Caetano Veloso. Quando entrei em crise com o Jon’, eu enviei a letra dessa música pra ele. Vivia escutando, depois que nos resolvemos ouvimos muito essa música juntos.
7. Vou te levar – Biquíni Cavadão. Sinceramente há alguma coisa melhor do que ouvir : “Vou te levar pra sua casa, esteja tudo arrumado, vou te levar comigo pra longe. Tanta coisa nos espera, me espera na janela...”
8. Ela vai voltar (todos os defeitos de uma mulher perfeita)- Charlie Brown Jr. Quando lançaram diziam que era a minha música, então até hoje ela está em meu iPod.
9.The Blower’s Daughter – Damien Rice. Ela SÓ é o tema do meu filme favorite. Closer, perto demais!
10.Julho de 83- Nenhum de Nós. Talvez seja por um dia ter ouvido a música de uma forma carinhosa, e por esta mesma ter sido oferecida à mim mais uma vez carinhosa.

sábado, 21 de novembro de 2009

CL é sempre CL!










"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome."

                          Clarice Lispector

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Cara ou coroa, você que escolhe.


Você poderia ser o homem da minha vida. O único! Aquele que eu olhasse e me sentisse completa. Como uma só alma em dois corpos diferentes. Um só olhar, uma só vontade, em um instante que se transforma em uma eternidade. O momento que se faz único e eterno.
Somente você poderia tomar atitudes que me fizesse te olhar desta maneira, só que você não quer! Para ti é mais fácil lidar comigo de uma maneira mais vazia, menos responsável. É mais fácil dizer que me ama sem tomar a atitudes de quem é portador desse sentimento que sempre está completo e se completa.
Eu não quero amar desta forma tão forte sozinha. Não posso lidar contigo como lidas comigo, não quero isso pra mim. Não agora!
Hoje ou é oito ou oitenta. Ou tenho um amor de me tirar o fôlego, de me fazer esquecer os outros, de passar 24 horas contigo e ainda sentir saudade. De saber que estás triste e entristecer, de sonhar o que tu sonhas. Ainda melhor; de construirmos um sonho juntos! E de lutarmos por este sonho juntos... Ou então não quero ninguém, não quero sonhar, não quero planejar, não quero dividir. Quero me amar, já que o amor que tento para compartilhar não é recíproco. Aí vou querer me curtir, planejar e lutar pelo meu sonho, sozinha!
Será que podemos jogar tudo fora? Cara ou coroa, o que escolhes? Escolher viver um sonho compartilhado ou só? Eu não tenho dúvidas do que quero, mas se não acontecer da minha forma, já me preparo para o plano B. Não hesite sobre a minha atitude, acorde, eu to indo, talvez pra não voltar.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Uma tal de Luna Gandra


Sou aquela enganada, que diz que te esqueceu, mas daria a vida por mais um beijo
seu. Aquela perfeição, que tem mil defeitos. Aquela quieta, que adora
conversar. Aquela vingativa, que te perdoa. Aquela malandra, que cai
feito patinha. Aquela apaixonada, que ama com medo de se arrepender e
ignora pra não sofrer mais. Aquela indecisa, que vai embora quando quer
ficar. Aquela fácil de acreditar em promessas, que acredita nas suas
palavras, mas não tem certeza. Aquela confiante, que confia no hoje e
desconfia do ontem. Aquela só, que se sente sozinha quando há tantas
pessoas ao seu lado. Aquela esperta, que entende quando precisa ser
entendida. Aquela decidida, que de vez em quando volta atrás. Aquela
cantora de chuveiro, que canta músicas pra tentar esquecer. Aquela
corajosa, que tem medo. Aquela diferente, que não te vê do jeito que
todos veem e percebeu que o comum não a atrai. Aquela que sempre quer
um começo, mas tem medo do fim.


Ps.: Não fui eu quem fiz, na verdade tirei de uma comunidade. Mas eu te digo, essa pessoa que escreveu acho que me conhece e não sabe!


Beijiinhos ;*

domingo, 15 de novembro de 2009

Drão




"O amor da gente é como um grão, uma semente de ilusão; tem que morrer pra germinar. Plantar n’algum lugar, ressuscitar no chão nossa semeadura. Quem poderá fazer aquele amor morrer, nossa caminha dura. Dura caminhada pela estrada escura.
Drão, não pense na separação, não despedace o coração. O verdadeiro amor é vão, entende-se infinito, imenso monólito, nossa arquitetura. Quem poderá fazer aquele amor morrer, nossa caminha dura, cama de tatame pela vida afora.
Drão, os meninos são todos sãos, os pecados são todos meus. Deus sabe a minha confissão! Não há o que perdoar por isso mesmo é que há de haver mais compaixão. Quem poderá fazer aquele amor morrer se o amor é como um grão. Morre nasce trigo, vive morre pão. Drão!"

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Cortes






Porque as coisas são assim? A gente só dá valor quando perde? O quando pensa que está perdendo... Eu to cansada disto. Já dei o B-A-BÁ todinho, de frente pra trás detrás pra frente, e aí tá esperando o quê? De palavras eu to cansada, quero é atitude. Atitude de me mostrar que quando eu insisto tem alguma razão de ser. Que eu não estou dando murro em ponta de faca, despejando sangue para nada.
Tudo o que eu ti prometi eu cumpri, eu vivo por mim, eu zelo por ti, eu cuido de nós. Eu, a mulher que chora, a mulher que ri, a mulher que briga e ainda a mulher, que apesar de tudo, sonha. Talvez seja a hora de seres menos egoísta e pensar se tem futuro, pois a faca que me corta, tem efeito por tua causa. A lâmina é afiada a cada não recebido, a cada lágrima solta por mim é como se fosse uma gota de sangue feita pela tua cortante negativa.
Será que vale a pena se cortar  tanto?  Às vezes eu gosto de que alguém afague minhas vontades, sabias ?

Luna Gandra

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Receita pra ser feliz !

Hoje resolvi fazer diferente! Talvez não por querer mesmo diferenciar, e sim porque a internet não está cooperando. Mas me propus a fazer o post no bloco de notas. Como fazia antes de ter um blog. Talvez também não tenha tido esta ideia à toa. É! Eu tive essa ideia por estar sentindo um vazio em mim muito grande e não sei o motivo.


Sabe os dias estão bastante corridos, e eu gosto quando ficam assim. Só que hoje não foi tão corrido assim! Na verdade não foi nada corrido. Tirei o dia para descansar, posso até ter descansado o corpo, mas a mente não parou um só segundo. Hoje me perguntei se a vida que tenho hoje era a que eu queria realmente levar... A resposta? Acho que a mesma de qualquer pessoa que passa a se pergunta isso. Tenho minhas insatisfações com algumas coisas de minha rotina, mas não sei se era a que eu queria pois nunca vivi outra. Ou se já vivi, não me recordo, de acordo com algumas doutrinas, então a resposta fica a mesma.

Talvez eu quisesse ter mais amigos, ir a mais baladas ou queria ficar mais em casa. Ou será que eu queria começar a trabalhar antes de ir pra faculdade, e viver um pouco mais perigosamente? Talvez eu não quisesse nunca ter namorado na vida, mas sim ter vários casinhos e dar mais uma pitada de adrenalina. Talvez eu já estivesse me mudando, ao completar meus 18 para experimentar de uma liberdade de verdade.

Como seria essa Luna? Esta nova Luna? Uma Luna que arrisque mais, uma Luna que talvez viva mais. Uma Luna que não tem receios, uma Luna que corre os ricos, uma Luna que pensasse primeiro no que ela mesma quer e não no que os outros pensam. Que fosse mais egoísta, que fizesse as loucuras no calado e pudesse rir à toa quando tiver vontade.

É, não sei bem como seria. Entretanto, a Luna que se faz de doida aqui às vezes sente falta disto. Pois ser a doida mais perfeitinha que já existiu às vezes cansa. Porque a vida é ÚNICA! E ficar pensando no futuro se perde muito do presente. Um punhado de loucura na vida faz uma emoção única e como nós dizemos muito produz histórias para contar para os netos, gerando a satisfação de ter feito o que queria quando deu, e de ter chegado até lá sendo bastante feliz!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Visão de felicidade.

Bom acabo de voltar do cinema, e assistir " Se beber não case". O típico filme que eu queria ver
sem muitos rodeios, nada de filme para "refletir"... Não eu não tava afim de um desses. Queria rir ! E isso eu consegui. Fui eu e o meu bofe para o cinema comemorar os três anos e meio que fazemos amanhã. Apesar d'eu não gostar muito dessa maneira de quando não der comemora-se antes ou depois, hoje foi um caso a parte. Não é todo dia que meus professores estão para um congresso e liberam os alunos ! Então unimos o útil ao agradável.
Mas não quero falar sobre o meu dia, mas sim sobre o que estou sentindo. Estou bem ! Normalmente escrevo muito em meu querido filho quando estou mal, mas desta vez, eu estou muito bem. Fiquei pensando, porque não ser feliz? A felicidade está nos olhos de quem ver ! E porque eu não a vejo ? Tenho os pais que eu quero, pois eles não são perfeitos, não são ricos, mas me dão muito orgulho por serem quem são. Além disto, não é todo mundo que é amigo dos seus tutores naturais.
Graças à eles, eu sou uma garota inteligente que corre atrás do que quer. E talvez por isto, tenho meus amigos, amigos próximos ou não, mas amigos fiéis. Não os vejo todo dia, só que quando vejo sinto que não estou só. Sei que posso não estar alí todos os dias, mas com total certeza sei que quando eles se lembram de mim eles abrem um sorriso. Não sei se são muitos ou poucos amigos, mas sei que são suficientes pra eu ser feliz.
Tenho o namorado que eu quero, pois o namorado perfeito não é o mais bonito, nem o mais legal e muito menos o mais rico. Por experiência (pouca) própria : o namorado perfeito é aquele que te deixa feliz a maior parte do tempo. Não ele não pode te deixar feliz o tempo todo, se não perde a graça. E eu tenho o [b]meu[/b] namorado perfeito.
Fora todos estes fatores, que já são suficientes pra me fazer feliz, ainda tem o que eu quero ser "quando crescer". Amo o curso que faço na minha faculdade! Adoraria trabalhar com aquilo pra que estudo, e seria mais feliz ainda. Sem esquecer que acertar o curso na faculdade de primeira, e a minha primeira foi aos dezessete, não é muito fácil.
Então ? Pra que me lamentar aqui no blog porque eu não fiz tal coisa que queria? Sabendo que isto é insignificante ? Pra que dizer que discuti com uma amiga, ou com minha mãe ou com meu namorado, se sei que vai passar mesmo. Pra que ?
O que eu tenho que falar aqui é que meu dia foi ótimo, que eu estou ótima e não tô afim de largar essa visão de felicidade tão cedo.


Ahhhhh ! E sem esquecer . AmoR, parabéns pelos três anos e meio. Obrigada por ser este menino homem maravilhoso, e fique sabendo: Eu te amo muito !


Bom, desculpa se o post foi superficial, e se tô sem passar no blog de uma porção de gente que vem aqui, mas entendam. Tô numa rotina puxada! Assim que der eu tô passando.



O beijo

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Sorri !





Sorri quando a dor te torturar E a saudade atormentar Os teus dias tristonhos vazios Sorri quando tudo terminar Quando nada mais restar Do teu sonho encantador Sorri quando o sol perder a luz E sentires uma cruz Nos teus ombros cansados doridos Sorri vai mentindo a sua dor E ao notar que tu sorris Todo mundo irá supor Que és feliz

Smile - Djavan

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A Inveja Mata

Bom, eu disse que iria voltar na quarta, e voltei! Jogo do Brasil passando, amanhã meus pais viajam e tem 60 cães que vão ficar sob minha responsabilidade, segunda tenho prova, terça também, e ainda tenho dois trabalhos para entregar que valem a primeira nota e a minha cabeça anda a mil. Só que não é por culpa de nenhum destes assuntos que citei. É que eu descobri que tem uma pessoa que me ama.
Alguém deve ter pensado : "Óh! Alguém que te ama. Tua mãe por exemplo ¬¬'. ". Só que não é esse tipo de amor. Acredito que o amor e o ódio andam juntos, e então este amor que falo não é tão pacífico que nem o de mamãe. Bom, sem lenga lenga, vou explicar o que aconteceu.
Desde ontem tem alguém que está mandando mensagens contando muitas mentiras, ou até verdade distorcidas para mim e para o meu namorado. Nestas mensagens usa palavras baixas e acha que abala fazendo isso. Sei que é alguém de perto, mas não pense que olharei milhões de vezes para trás com medo de alguém estar me olhando ! Não mesmo! Quem faz esse tipo de coisa não me abala, pois se não tem nem coragem de me enfrentar e dizer na minha cara! Para quê então me abalar?
Mas porque a insistência na palavra amor? Na verdade eu sei que eu exagerei e sem querer banalizei o verbo amar. Só que pensem comigo, há muita admiração em tudo o que eu faço. Ninguém quer tirar algo, ou afetar alguém que não tem nenhum valor para a indivídua. Disse que vai roubar meu namorado. Se queres? Tente. Só que não estou com ele há uns dias para umas mensagens anônimas simplesmente terminar o meu namoro. E se terminasse? Eu pensaria duas vezes de querer um namorado desses, pois acreditar em uma pessoa que nem se quer existe(pois a louca assina apenas como M), será que vale mesmo a pena?
Entretanto ele não vai acreditar. Sabe por quê? Porque ele não está comigo à toa não. Estamos juntos a tanto tempo e você, indívidua covarde, não é nada perto de tudo isto. E fique sabendo que tudo o que fiz ele já está sabendo, agora cabe a você perder seu tempo ou não. Até porque a gente sabe quando um namoro é forte quando vem os obstáculos. E já que você se propôs a fazer isso, então vamos lá.
E por final, gostaria de te agradecer por está me provando que eu amo o meu namorado e que ele me ama. Adoro adrenalina e está deliciando o nosso namoro. Então se você quiser ser feliz, seja eu te desejo muito isto. Se quiseres continuar tentando estragar com a minha vida, continue tentando, mas fique sabendo, um dia eu te descubro e aí é que não vai prestar. Afinal M (assim que assinas né ?) duvidar de alguém é muito feio, e muito arriscado também!




Obs.: Desculpe amigos blogueiros por não postar nada de interessante, é que eu tô entalada com essa agora e resolvi mandar o recado para a M, já que esta mesma me vigia tanto que deve ler o meu querido filho. Peço a compreensão de todos vocês. E até sexta dia que provavelmente devo estar postando!
Obs.: M, você já conseguiu seus segundinhos de fama aqui ok ? Só que foi só. Se eu perco um segundo pensando em você no meu dia, já estou achando que é demais. Vá cuidar da sua vida. É pro seu próprio bem, afinal se você vier cuidar da minha lembre-se que eu já cuido, e da sua? Quem está cuidando?

Beijos e abraços à todos, e até você anônima.


Luna Gandra

sábado, 10 de outubro de 2009

De blogueiro para blogueiro.

Para começar queria dizer que a partir deste post não vou mais usar selos em meu blog. Não não, não e critiquem! Deixem-me explicar; ultimamente estou meio sem tempo e às vezes quando venho postar rapidinho não tinha tempo para repassar os selos e ou acabava por não postar, ou não fazia direito. Eu não gosto de fazer algo pela metade, então é melhor eu fazer. Adoro quando alguém lembra de mim e coloca meu link em um de seus posts. Acho um elogio e tanto, um mimo! Só que a minha ênfase neste blog é o conteúdo e como eu tava deixando de postar por não ter tempo de organizar o selo, resolvi não participar mais.
Mudando de assunto, estou muito bem e ao mesmo tempo muito mal. Tive umas decepções que me afetaram bastante, mas tô tentando não mostrá-las pra ninguém. Com vocês, meus amigos blogueiros, eu compartilho tudo, ou quase tudo. Só não escrevo mais, pois não tenho controle sobre as pessoas conhecidas que vêem aqui. Sendo que não acho justo eu citar nomes, ou deixá-los claros, e alguém que conheça eu e o citado entenda. Afinal compreensão não está à venda e eu não posso arriscar.
Voltando para as decepções. A primeira é sobre uma mentira. Eu odeio mentira, mas sei que todo mundo mente. Só que há mentiras e mentiras, e o limite desta pessoa já passou há muito tempo. Todos nós temos erros cometidos que guardamos a sete chaves. Ou não! Acontece em muitos casos do erro ser mais divulgado que a própria existência da pessoa. E nesses casos pra que mentir? É tentar insistir em algo que não há razão de ser. Você errou e nem teve o cuidado de esconder? Então abre o peito e diga: EU FIZ ! Pronto, fica mais simples do que tentar fazer os outros de idiota e assim acabar magoado à quem está tentando enganar. Neste caso, a magoada fui eu. Logo com esta pessoa que fui sempre um poço de sinceridade e ainda jurava que era recíproco. A única coisa que eu penso de bom sobre isso é que de algum modo, tal errante não quer que eu tenha esta visão sobre ele. Mas antes errante que mentiroso.
É a outra decepção é mais fraca, mas não deixa de ser decepção. Teve um ensinamento de minha mãe que eu nunca esqueci e sempre que posso uso em minha vida. "coloque-se sempre no lugar dos outros, se achar mesmo assim que estás certa, aí sim lute!". Este ensinamento faço questão de repassar, e agora repasso pra vocês blogueiros. Lá vou eu mudando de assunto de novo. Se não me cuidar acabo falando de política neste post tão caseiro, isso é mal de hiperativos.
Agora eu volto! Esta decepção foi simplesmente uma pessoa que passou dos limites. Já ouvi dizer por aí que a convivência estraga tudo. Não sei se foi isso, espero que não. Tenho um carinho enorme por esta pessoa, e por isso mesmo que briguei. Brigar é uma palavra pesada, o certo é me desentendi. O motivo pode ser idiota, entretanto não quero que passe dos limites.
E ainda tinha algo que é complicado de dizer. As pessoas eu estão ao meu redor, têm por obrigação me fazer bem. Não estou dizendo que tem que me agradar, mas tem que haver um sintonia boa, algo que eu me sinta bem. Os meus amigos, os meus namorados, os meus ficantes e até o moço que eu falo bom dia tem que me fazer bem. Nada que eu faço é apenas por educação, e é óbvio que o meu bom dia gosto que seja respondido com um sorriso, pois dei-lhe com um sorriso. Sei que nem sempre a gente tá bem, e é dificil passar um clima bom quando não se tem este clima. O problema é o clima pesado virar uma constante. E aí o que fazer? O meu papel de amiga eu tô tentando, fico rindo, mudo de assunto... mas tem horas que até me contagia e me arranca lágrimas. Poxa não é fácil esta situação.
Bom o desabafo está feito. Espero que este post tenha mais comentários que o outro, pois me senti BASTANTE abandonada no post passado. E por sinal o que acharam do lay novo? Tudo bem, é um daqueles que qualquer um pode escolher como modelo do blog spot. eu achava que o preto dava um ar pesado para o blog, e resolvi mudar por isso. Se alguém estiver disposto a me ajudar em lays, eu aceito .
Vou ficando por aqui, tenham todos uma boa noite e até quarta, quando provavelmente vou postar.

Beijos,

Luna Gandra

Obs.: Dias em que a minha empregada não vem é ótimo, pois enquanto estou cozinhando(o mínimo que eu cozinho) vem uma inspiração repentina que não dá pra deixar escapar.

Obs.: Um beijo especial para o William que sempre faz do meu mais idiota post, o mais especial.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Dualidades




Acho incrível as duas caras que tens. Uma que eu amo. Aquela voz doce, aveludada, que consegue o que quer. O olhar sincero, que consegue acalmar qualquer olhar aflito que encontrar. O toque leve, que vai percorrendo como se já fosse meu. Quando vejo esse seu eu, desisto de tudo e corro pros teus braços. Desisto de tudo o que eu pensei sobre nós, ou até sobre eu e você. Quando me separo de ti sonho com teu sorriso, o sorriso que combina com a tua face. Nada de deboches, nada de ironias. O sorriso reflete uma alegria n'alma. Assim que eu te queria ! O tempo todo... Esta tua face me faz acreditar que eu sou pra ti, eterna, única.
Mais aí vem a tua outra face. Aquela que eu odeio. Aquela que tem uma voz autoritária, que não "se acha", mas tem certeza. Aquela que manda, desmanda e pisa em corações sem nem olhar pra trás. O olhar foge, não consegue corresponder ao de ninguém. O toque é rápido e interesseiro. Esta outra face me dá certeza de que eu sou apenas mais uma, aquela da vez. Esta tua face ignora a outra e ignora tudo o que a outra face fez, o que a outra face plantou.
Mas o que eu mais odeio nesse negócio de duas faces é não conseguir me achar nelas, ser comandada por elas. Ora queres que eu te ame, eu te amo. Ora queres que eu te odeie, eu te odeio.
E assim em mais uma de suas manipulações, em mais uma de seus jogos você tem a minha ajuda, como o peão.

Luna Gandra

Momento Selo:



Este é chamado "Blog Dourado", quem me presenteou foi a Helinha. Muito obrigada moça, adorei. Queria que soubesse que o seu blog é um dos meus favoritos quando a questão é transparência. Obrigada novamente.

As regras são postar o link do blog que te deu o selinho e indicá-lo para outros 15 blogs.

Ofereço para:

- Lusinha
- Cookie
- Vende na Farmácia
- Vic.
- Ronaldo
- Curiosa
E os nove primeiros que comentarem aqui.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Niver do meu amoR


Queria te desejar mais do que eu já te desejei. Queria aproveitar mais do que eu já aproveitei. Mas não dá. Então vim aqui no meu cantinho, te desejar mais, e ficar pertinho de ti através de uns pessoas transformados em palavras.
Enfim, acho que nem preciso falar : " eu te amos ", "felicidades", "parabéns". Não quero isso: quero faça as pessoas terem porque te amar, busque a sua felicidade e parabéns. O parsbéns é repetitivo, mas eu posso te dizer o que da repetição. Parabéns não apenas por estar fazendo 21 anos, quantidade não é qualidade. Contudo, no teu caso sim. Parabéns por seres quem és: esse menino ingênuo, inteligente, fofo, confuso... E que ao final tem um charme que é só teu. Que encanta através de umas atrapalhadas aqui, outras confusões lá. Mas encanta e isso que importa. Hoje, nesta era da tecnologia, onde eu te amo é muito banalizado e com alguns cliques termina-se um relacionamento, é complicado te falar certas coisas super importantes mas que já viraram jagões de namoricos de dois dias.
Também estou ciente que não é a primeira vez que eu te digo isto, mas quando o tempo passa eu vou tentdo mais certeza do que afirmo. Afirmo que o nosso relacionamento é pra sempre. Menino eu sou completamente apaixonada pelo teu jeito e não consigo viver sem esse atrapalhado que é você. Não sei se será como planejamos, afinal não sabemos o que vai vir pela frente. Quando escrevo esses (pelo incrivel que pareça) jargões, vejo os nuances de nosso relacionamento. Queres um exemplo? Quando cantamos alto e batucamos o carro ao ouvir Los Hermanos, quando falamos besteira e caímos na gargalhada mais sincera. Ao ouvirmos "óóóóóh" de pessoas surpresas de ver este casal tão irreverente ainda junto depois de anos.
É aí que eu tenho certeza de que será pra sempre. Eu sempre vou te ligar chorando quando precisar; Eu sempre vou te ouvir quando precisar; Sempre vou querer teu calor quando estiver carente; E sempre vou estar reclamando no teu ouvido coisas, quando eu só quero teu bem....
E aí ? Ainda duvidas?
Se ainda duvidas, dô só na tua cara.
Cara, já falei demais. Isso tudo foi só pra ti dar certeza de algo que você ainda ousa duvidar.


Eu te amo, porra!

Selo da Vez :





- Esse selo recebi também do blog Desabafando. Adorei ele, principalmente por citar sinceridade. Obrigada moça !


Infelizmente dessa vez não vai dá pra eu repassar. Meu tempo tá corrido galera, tô colocando aparelho e além das minhas visitas constantes ao dentista, ainda tem a dor constante. Enfim... Acontece, vocês me perdoam ?

ps².: Acho que teve uns três blogs que eu passei dizendo que tinha selinho no meu blog pra eles, excepcionalmente para eles: desconsiderem o ps¹.

domingo, 27 de setembro de 2009

A Lua Sem Céu

Óh lua linda,

Todos babam o teu esplendor,

Mas não reparam a tua infelicidade ainda.

De que adianta ter tais qualidades

Se quando te vêem lua,

Não te entendem.

Ignoram-te lua,

Lua linda,

Porque sofres tanto?

Você não precisa se esconder.

Eu queria te ver brilhando,

Não como o sol,

Mas sim à sua maneira.

Queria me inspirar em ti,

Para alegrar-me.

Às vezes te olho e percebo que

Talvez este céu não seja teu.g

Ou ainda,

Ele não te queira mais,

Ou te queira de uma forma

A qual tu negas.

Entendo lua querida.

Para quê sorrir?

Se não te vêem do jeito que és.

Se todos irão te magoar,

E se ficarás sem céu como hoje.

Não chores lua querida.

Ainda encontrarás,

Um céu que te faça feliz,

Para que então eu te olhe e me sinta bem,

Para que eu te olhe e admire não só a tua beleza,

Mas sim tua felicidade.

Luna Gandra


Momento selagem


O selo é um presente pra blogs criativos e bonitos. Obrigada então pelo elogio, Desabafando.

"Sonho: aquilo que encanta, cativa ou arrebata, pela extraordinária beleza."

Regras: Exibir a imagem e publicar as regras. Postar o link de quem te indicou. Visitar e comentar no blog da Yara. Indicar 10 blogs e avisá-los. Responder se usa produtos Natura e os preferidos.

Resposta: Adorooo. Principalmente a linha Natura diversa.

Repasso para:

1. (Im)Perfeito

2. Meus Instantes e Meus Momentos

3.Os pensamentos voam

4. Curiosa

5. Laços de Amor

6. Digo Em Palavras O Que Realmente Sinto

7. Mais Uma Estrela Nesse Imenso Céu

8. Ambrosia

9. Penso Logo Escrevo

10. Chiveta

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Happy Birthday



Bom, hoje é aniversário dela e eu não poderia deixar passar em branco aqui. Ela pra mim é como uma filha, aquela que erra erra e erra e tu nunca vais largar? Não ela não é sangue do meu sangue, mas é escolha da minha escolha. Eu a escolhi como filha com o coração. Não ! Eu não tenho idade pra ser mãe dela. Só que eu sou aquela mãe que "apronta" junto, mostra coisas boas e ruins da vida pra ela. Que sempre tá lá pra ela chorar com o que eu já sabia que ía arrancar lágrimas da minha pequenina.

Que por sinal de pequenina não tem nada, ela é maior que eu [risca]e muito[/risca].

Tu, menina, ainda vais aprontar muito, cair e levantar muito mais do que pensas, e eu (aquela que não te diz 'eu te amo' a cada hora que passa) vou estar aqui, te alertando mas nunca negarei o meu ombro pra chorares ou um dia de festa por aí pra esquecer.

Porque minha pequenina, quero te ver crescer, quero te ver bem, quero te ver feliz. Porque quero sentir mais orgulho de ti, do que agora. Eu sempre estarei aqui, crescendo ao teu lado. Te acompanhando de longe ou não.



Pois é, só tu mesma pra fazer com que eu escreva 2x pra ti. Pois o meu post não salvou e eu perdi o que havia escrito antes.

Bom, pequenina, eu te amo pra caramba e eu tô aqui pra tudo ok ? Parabéns pelos 16 naninhos que fizeste.


Te amão .


Mudando de assunto.




Shaaa ' umpoucodemimpravc.blogspot.com' me presenteou com este selo, obrigada linda ;*

as regras são as seguintes:

Postar o selo no blog;
Divulgar o blog que mandou o selo;
Indicar 6 blogs que também são cultura;
Responder a pergunta: "O que um blog precisa para ser cultura?"

Cultura tem várias concepções para mim, neste caso é aquele que tem ensina algo com seus posts. O que tem um conteúdo realmente.

os indicados são:
1. http://imaginemso.blogspot.com/
2. http://blogrenataeuedai.blogspot.com/
3. http://luhponchee.blogspot.com/
4. http://juliano-sorrirchorando.blogspot.com/
5. http://delitando.blogspot.com/
6. http://giovanevita.blogspot.com/

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Sem Título.txt

Bom, hoje não estou muito inspirada para postar, confesso. Entretanto, não quero passar muito tempo sem postar, pois dá ao blog um aspecto de abandono. E eu prometi que o pequenanotaavel ía ser a minha cria, e eu nunca irei abandonar a minha cria né ?
Engraçado que me inspiro mais quando estou triste. Às vezes prefiro não me inspirar, é claro ! Só que as tristezas fazem bem, é nelas que percebo o amadurecimento e o quanto mudei. Quando passo por situações parecidas mas a minha postura mudou completamente...
Tive um exemplo disto ontem ! Há um tempo atrás eu ficaria louca só de saber que tal pessoa que eu não gosto se aproximou do meu namorado. Hoje ? Apenas observo de longe. Não me meto, nem falo nada de demais pra ele.
Antes a insegurança reinava em mim ! É até engraçado. Neste caso (que não vou aprofundar no blog), posso dizer que há males que vem para o bem. Este "mal" me fortaleceu ! Me fez ver certos potenciais que eu mesma não dava o mínimo valor.
Talvez eu ainda não esteja em meu momento ideal de auto-estima, mas a gente vai aprendendo. Não há mais o medo de ficar só, ou se há não é com a mesma intensidade. Não há o medo de ser apagada só porque alguém considerado (às vezes apenas por mim) muito lindo/muito inteligente/ muito simpático está ao meu lado.
E quando este meu defeito amenizou, eu percebi que só se ama alguém, quando ama a si próprio. Descobri que só há admiração, no significado real da palavra, quando há admiração sobre o seu eu. Porque todos nós temos defeitos, todos nós temos qualidade, e não importa aonde está o seu brilho. ELE EXISTE! O segredo é sempre tentar melhorar seus defeitos e ressaltar suas qualidades.


Selo :



Muito obrigada Ju !

E o selo vai:
1. Sam
2.Desabafando
6.Thay

O beijo e o sorriso !

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Quando não há o que escrever...

' sempre que houver alternativas tenha cuidado. não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte por aquilo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as conseqüências. ;)

- Apesar da simplicidade do que acabo de ler, resolvi anotar. Pois palavras rebuscadas não estão descrevendo o que estou passando.



' Luna teu cérebro é uma pasta sanfonada, bem organizada! (crise de riso com isso que ouvi ontem)


ps.: gostaram das músicas?! Ana Maria que me ensinou. Ah ! Por sinal, até hoje espero o lay novo, viu Eurico ? Rúm .



" Essa semana senti teu beijo, o teu abraço, chorei e ri ao mesmo tempo. Estremeci ao te ver, quando vieste em minha direção.... Nem sei o que explicar. Você me excita e me acalma. Eu não sei de consequencias, pra variar, vou vivendo "



O beijos e um sorriso ,
Luna

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O despertador vai tocar...


Como eu sou masoquista. Desde cedo soube que isto não iria dar certo. Você nunca abdicaria de sua vida por mim. Você me encantou, você me derreteu. O gelo que outros me tornaram se derreteu por você. Você sempre soube lidar comigo, mais até do que eu mesma.
Eu te quero de volta. Eu quero aquele que eu mesma conheci! E que poucos conheceram. Eu te quero feliz, porque você mesmo não quer? Ou você o tempo todo mentiu ? Porque mentir com tanta veracidade?
Será que eu adormeci ? E isso tudo não passou de um sonho... Um lindo sonho, mas como todos os outros, eles acabam. Seja num susto, seja porque a hora chegou. Se for um sonho, não me acorda?
Me torna feliz igual àquelas vezes que eu ria o sorriso mais sincero. Eu quero te olhar de novo, que você blefe ao vir me beijar, e que eu solte o meu sorriso. Só você sabe arrancar aquele sorriso de mim.
Eu não te amo! Eu não te quero ! Saí de mim, você vai me fazer mal. Mas como havia dito. Eu sou uma garota muito masoquista.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Diário de Período


Enfim deixei de ser bicho. Cá estou eu, apenas como uma caloura. Ainda fico desbancando, rindo dos "bichos" se deslumbrando com uma faculdade e com a glória de ter passado em uma universidade pública. Ainda pouca era eu, que não sabia nada sobre o chão que eu estava pisando.
É mágico esse momento ! Você se sente honrada, extremamente feliz. É a primeira conquista, e ninguém pode retirar esse mérito teu. Não importa colocação, não importa se estudou ou não. Nada nem ninguém importa.
Ah, devo ouvir "isso é blá blá blá de calouro". Só que não é porque eu passei, mas desde que eu nasci ouvia a palavra vestibular. A pressão na nossa cabeça começa e nós nem reparamos. Não reparamos que o nosso ensino é pra passar em um vestibular. Só repara-se isso quando se passa desta fase.
Então porque não um deslumbramento? Por que não ficar rindo à toa ? Depois de ver pais chorando; amigos bebendo te homenageando ; gente te invejando ; as pessoas começando a te ver como gente (realmente) ...
Ah ! Não vou dizer que já saí desta fase. Sim, eu ainda me emociono cada vez que pego um campus, mesmo lotado. Sim, ainda adoro falar que estou indo pra UFMA. Por que eu passei pelo primeiro teste que a nossa sociedade [s]selvagem[/s] capitalista nos dá.
Mudando de assunto, mas ainda falando do meu primeiro período. É injusto eu não mostrar meu crescimento. Na verdade meu amadurecimento (até porque eu crescer é piada quando alguém vê o meu tamanho). Falando de mim, ao entrar na UFMA começei a perceber que eu tava passando pra outra fase. Já não poderia agir como uma adolescente. Agora é buscar aprimoramento, emprego e uma melho condição de vida e uná-la à uma realização profissional. Isso é o que todos buscam, sei que é quase ganhar na loteria e ainda preciso ralar muito pra isto, mas {...}
Tô aqui viajando todos os dias para lá, buscando meu conhecimento (tá eu ainda não assisti aula, mas poxa, primeiro dia ?), buscando meu espaço. Visando ser uma boa profissional e ainda estando feliz com o meu emprego.
Vamos que vamo para este período próximo/próximo período.

domingo, 23 de agosto de 2009

Evite ser traído!

Para as mulheres, uma verdade! Para os homens, a realidade.
Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos.

Mas o que seria uma 'mulher moderna'?
A principio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde e nem tem tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é corajosa, companheira, confidente, amante... É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e de correr pros seus braços...É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e delicada, desarrumada e linda, brava e amorosa... Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...

Assim, após um processo 'investigatório' junto a essas 'mulheres modernas' pude constatar o pior.

VOCÊ SERÁ (OU É???) 'corno', ao menos que:,
- Nunca deixe uma 'mulher moderna' insegura. Antigamente elas choravam. Hoje elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.

- Não ache que ela tem poderes 'adivinhatórios'. Ela tem de saber da sua boca o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima.

- Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol) mais do que duas vezes por semana, três vezes então, é asssinar atestado de 'chifrudo'. As 'mulheres modernas' dificilmente andam implicando com isso, e se implicar uma vez e depois não se importar mais.... atenção!! Aí tem!!! Entretanto, elas são categoricamente 'cheias de amor pra dar' e precisam da 'presença masculina'. Se não for a sua meu amigo... Bem... com certeza será de outro. Mulheres assim nunca ficam sozinhas! Pelo contrário tem sempre no mínimo 3 na fila.

- Quando disser que vai ligar, ligue, senão o risco dela ligar pra aquele ex bom de cama é grandessíssimo.

- Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la. As 'mulheres modernas' têm um pique absurdo em relação ao sexo e, principalmente dos 19 aos 44 anos, elas pensam, e querem fazer sexo TODOS OS DIAS (pasmem, mas a pura verdade)... Bom, nem precisa dizer que se não for com você...
Lhe dê atenção. Mas principalmente faça com que ela perceba isso. Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é????

- Nem pense em provocar 'ciuminhos' vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.

- Em hipótese alguma deixe-a desconfiar ou imaginar o fato de você estar olhando para outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo a um 'chifre' tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS 'comedor' do que você... só que o prato principal, bem... dessa vez é a SUA mulher.

- Sabe aquele bonitão que você sabe que sairia com a sua mulher a qualquer hora? Bem... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece... Quando você reparar... já foi.

- Tente estar menos 'cansado'. A 'mulher moderna' também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para muita coisa.
- Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em 'baladas', 'se pegando' em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então é imensa. A 'mulher moderna' não pode sentir falta dessas coisas... senão...

Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão 'quem não dá assistência, abre concorrência e perde a preferência'. Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas 'mancadas'...

Proteja-a, ame-a, e principalmente, faça-a saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele 'bonitão' (ou aqueles bonitões) que vive (vivem) enchendo-a de olhares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!!

Quem não se dedica, se complica.' Como diz uma amiga: MULHER NÃO TRAI, APENAS SE VINGA.



Arnaldo Jabor

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Feitiche por Tara Moss




Acabo de ler Feitiche da Tara Moss.
" Nesta história intrigante, o limite entre beleza e crime não passa de um tênue detalhe. Em uma frenética caçada a um sádico psicopata, uma jovem modelo formada em Psicologia Forense tenta capturar o assassino de sua melhor amiga. Mas sua ousadia vai longe demais e, sem perceber, ela pode estar correndo diretamente para as garras do serial killer. A unica pessoa em que ela confia, e por quem se apaixona, o sedutor detetive Andy Flynn, parece esconder segredos perigoso.
Como saber em quem acreditar quando as aparências determinam quem vive e quem pode estar condenado a uma cruel sentença de morte?

Feitiche: deixe-se seduzir por esta história de suspense, beleza e crimes.



É, intrigante é. Mas às vezes ela é muito cruel, a ponto de você perder o fôlego por imaginar algo daquele jeito. Entretanto ela não é formada em Psicologia Forense, mas sim ela trancou pra poder ganhar mais dinheiro como modelo e continuar seus estudos... É realmente ela é ousada de tentar capturar o assassino. Espero que alguém não seja tão irresponsável quanto a protagonista, que não me assusta pela atitude quando se fala de um livro fictício. Ah! O detetive era apenas bonito, mas nada sedutor. Ela era a sedutora...
Se você gosta de suspenses clichês, compre-o ! ;)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Um Memê Meio Estranho.

Por favor ! Não estou terminando com meu namorado, mesmo tendo acabado de brigar com ele. Isso é uma brincadeira que eu vi no blog dele e achei cômico.

É o seguinte, é pra você terminar uma relação por e-mail/carta. Entretanto de forma cômica. Então vou tentar :


Xuxu !

Estava querendo ter esse papo contigo ao vivo, mas tô meio atrasada pra um encontro. Sinceramente eu não quero te trair, nós já estamos juntos a um século e eu não quero envelhecer com meu primeiro namorado, sinto muito. Só que veja pelo lado bom, você não vai ter que me ligar mais, vai ter mais crédito para os seus amigos. E nem terá que pagar mais a entrada do cinema pra namorada, e nem gastar tubos de dinheiros comigo.
É eu sei que você não deve estar entendendo nada, mas é que eu enjoei, ok !? Não quero mais sair contigo, não como namorada. De vez em quando dá uns pegas pode ser legal, mas namorar está MUITO fora de moda. Então eu resolvi terminar, e pra evitar choros to te mandando um e-mail mesmo.
Relaxa! Você vai ficar bem. A propósito, vou começar a sair com aquele gato que todas as meninas da faculdade babam, vice? Tô te avisando pra você não ficar sabendo por outras pessoas.
Enfim, deixe-me ir que eu ainda tenho que me arrumar.

Beijinhos do seu ex-amor.







Riram ? era só pra isso mesmo. Ainda tô namorando gente ! ;*

domingo, 9 de agosto de 2009

São Luís do Maranhão


22 Coisas que só são possíveis aqui em São Luís!
1 - Levar tiro na rua da paz;
2 - Ser preso na Liberdade;
3 - Chover na rua do Sol;
4 - Passar aperto na rua Grande;
5 - Pegar laranja na Rua das Cajazeiras;
6 - Morrer no Reviver;
7 - Ficar sem proteção no Anjo da Guarda;
8 - Ser desempregado na Cidade Operaria;
9 - Perder no Parque Vitória;
10 - Ficar sem ajuda no Socorrão;
11 - Achar um português na avenida dos Franceses;
12 - Ser o primeiro a morrer na Vila Esperança;
13 - Criar codorna no Parque dos Sabiás;
14 - Mijar no Beco da Bosta;
15 - Ser um João Ninguem no João de Deus;
16 - Ser plebeu no Coroado;
17 - Ser ateu na Fé em Deus;
18 - Torcer pro vasco na Vila Flamengo;
19 - Ser Argentino na Vila Brasil;
20 - Ter orelhão da Oi(Telemar) na Vila Embratel;
21 - Fazer um Inferno no Residencial Paraíso;
22 - Ir de ônibus pra Coréia;

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Pros íntimos, "Nit"

Acabei de fazer um post, mas infelizmente aquele alí defeinitivamente não dá.
Ê semana lotada, e eu tô BEM afim de curtir essa semana...

Apenas comentem sobre o textículo !

"O que se pode prometer. - Pode-se prometer atos, mas não sentimentos; pois estes são involuntários.Quem promete a alguém amá-lo sempre, ou sempre odiá-lo ou ser-lhe sempre fiel, promete algo que não está em seu poder; mas ele pode prometer aqueles atos que são conseqüência do amor, do ódio, da fidelidade, mas também podem nascer de outros motivos: pois caminhos e motivos diversos conduzem a um ato. A promessa de sempre amar alguém significa, portanto: enquanto eu te amar, demonstrarei com atos o meu amor; se eu não mais te amar, continuarei praticando esses mesmos atos, ainda que por outros motivos: de modo que na cabeça de nossos semelhantes permanece a ilusão de que o amor é imutável e sempre o mesmo. Portanto, prometemos a continuidade da aparência do amor quando, sem cegar a nós mesmos, juramos a alguém amor eterno (Nietzsche). "

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

vivo na intensidade.

Eu busco vida; busco intensidade.
Eu quero ser intensa, eu quero viver.
Eu [u]vivo[/u], eu sou[u] intensa[/u].








' Para mim não adianta beijar por beijar. O beijo tem que ser sentido. Em todos os aspectos; em forma de carinho, uma maneira de excitar. Que quando você esteja sendo beijado o mundo acabe. Que me beijem e eu queira mais, que eu fique pensando em cada movimento. Eu gosto de beijos roubados, de beijos intensos.



' Para mim abraços tem que ser sentidos. De corpo inteiro, que dá pra ouvir até as batidas do coração. Aqueles que de tão apertado você não consegue respirar, aliás, você perde a respiração sem nem perceber. Aqueles que as pessoas passam e ficam olhando tal energia que um perpassa para o outro.





'Para mim olhares tem significados. Que cada olho procure o do outro. Como se houvesse um encaixe. E que nenhum olhar fuja do outro. Os sentimentos se mostram não através de palavras, mas sim através dos olhares. Lá as almas se mostram, e só com o olhar você sabe se há encaixe, se dará certo.




' Para mim o toque é muito mais. Quando um de seus dedos me toca, no rosto, nas costas, no cabelo... Não importa aonde. A minha pele arrepia. Pois ali eu te sinto. Sinto cada célula sua, sinto que você vive pra mim, e eu pra você.


, quando será que poderei sentir tudo isto novamente? sim eu sonho com este momento ... espero que aconteca logo.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

,


às vezes é melhor o tempo responder as perguntas que outros me fazem. por enquanto ?

assista o meu silêncio !

quinta-feira, 30 de julho de 2009

E agora José? A festa acabou...

00 horas e 00 minutos, de novo as horas se confudem com os minutos e isso para mim significa alguma coisa. Talvez não signifique tanto quanto eu pense, pois o caminho da felicidade não é tão simples assim. Pensamentos rolam soltos, e deixam pistas. E se essa for uma? E se não for ?
Entretanto o tempo vai rolando e as pressões vão acontecendo. Eu julgando e cometendo o mesmo erro. Ninguém tem o direito de julgar ninguém, a minha felicidade não é reta e portanto terei de enfrentar curvas para achá-la.
Mesmo sabendo que não é por alí continuo tentando, pelos outros, pela felicidade de quem me acompanha. Magoando-o, quando sou verdadeira, quando sei que as frases estão sendo ditas baseadas na razão, não são de coração. E quando alguma escapole do coração provavelmente fere, e eu não quero ferí-lo.
As coisas já não são como antes, eu não estou acompanhada de alguém que me faz mal, o outro também não é alguém apenas para melhorar a minha auto-estima. E assim como as coisas mudam eu também tenho que mudar a minha atitude.
E agora josé ? A festa acabou ...

terça-feira, 2 de junho de 2009

continuo indo.

os dias estão passando e eu estou conseguindo seguir as regras.

evoluí ? ou retraí ?


fica a questão




Sonhei contigo de novo, mas tu não estás mas me fazendo tanta falta como fazias. Estou bem, e estou conseguindo me virar sem ti!
Mas para quê me perseguir em sonhos? Estou bem, então sái .
Se o fizer, obrigada!


Deixe-me ir! Pois além de uma dor nos rins adquirida por uma falta de responsabilidade com a saúde, estou em semana de prova !

SURTAREI !




sexta-feira, 22 de maio de 2009

terça-feira, 19 de maio de 2009

Enfim, acho que acabou !

Duraram nove meses exatamente. O tempo exato de uma gravidez, foi o tempo de uma paixão. A paixão que movimentou por várias vezes a minha vida, agora se deu por conta da realidade. Esta realidade bateu à porta e disse, acabou o sonho gente. Prestem atenção, vão viver as suas vidas, apesar de não serem; mas estão parecendo duas crianças sonhadoras. Agora voltem a realidade e se afastem. A paixão nunca foi e nem nunca será suficiente para este sonho virar realidade. E o os tornam mais infantis; vocês sabiam, sempre souberam. Vê se aprende e da próxima vez nem sonha, pois quanto maior a subida , maior será a queda. E se doer? Olhe para o lado, você ainda tem um ombro pra chorar. uma pessoa que você vai beijar e sonhar.
Com este fim, recomeçai (literalmente) uma nova vida. Sejas feliz, pois completa não serás! Mas sabias, então mereces.. Melhor seria se sofresse só ! As consequencias de sua irresponsabilidade. Olhai para a lua e lembre-se do dia em que saíram para viver mais intensamente este sonho. Lembrai que vocês se beijaram, falaram ao pé do ouvido, limparam as lágrimas, olharam a lua. Ah lua! Símbolo de vocês, crentes que isso os fariam eternos. Bestas, não não ! Ingênuos, isso sim.
E o último dia em que ficaram? Intensidade foi o que houve, mas para quê ? Para quê tudo isso? Vocês sabiam que tudo iria um dia acabar... no entanto continuaram. Se houve feridas, será bem feito ! Pois vocês mereceram. E agora a cada ciclo do embrião foi-se acabando o que vocês tinham.

"E nessas indas e vindas estou aqui, dizendo que em vez de pensar, prefiro viver! "


reformulo : E nessas indas e vindas AINDA estou aqui, dizendo que em vez de pensar, prefiro viver!

domingo, 17 de maio de 2009

' eu trabalho pra caralho mas nasci pra vadiar. ♪


Nesse momento aonde você queria estar?

Resposta: Bem longe daqui, com toda certeza.


Boa semana a todos !


- a imagem é um pouco antiga! mas tá valendo.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Preé conceitos.

Engraçado, não posso fazer o que é bom. Tenho que fazer o que me convém, sendo que o que me convém, eu não quero fazer.
Isso me dá raiva. Porque certas atitudes são convencionadas a serem de tal forma, que eu tenho que agir dessa mesma forma. logo eu que não sou de seguir os outros. Ajo de acordo com a minha (se posso chamar assim) ética, com o que me é correto, do ponto de vista de tudo o que já passei desde a minha criação até as mais loucas experiências que estou vivendo na minha universidade.
Acho,às vezes, que tem pessoas que se assustam comigo. Por quê? Puro pré conceito. Olham para mim, julgam: Luna? Uma baixinha, que é toda bonitinha. Gosta de rosa? Huuum é patricinha. É patricinha ? Huuum, é fresca e (o que eu MAIS odeio) fútil.
Todos nós passamos por preconceitos, uns por serem gordos (eiita, que eu não convido pra almoçar lá em casa), outros por serem baixos (enchem de apelidos)...
Todos sofrem, mas todos fazem. Todos julgam, mas odeiam ser julgados. Isso já é do ser humano julgar. Só que o que me tira do sério é se levar por isso.
Eu sou preconceituosa em relação a várias coisas, mas eu não me deixo levar. Não é porque tal pessoa "tem cara disso" que ela é. E pelo incrivel que pareça, quanto mais eu não gosto mais me atiça a curiosidade sobre a pessoa, (claro com exceções). E as pessoas mais próximas de mim, hoje, são pessoas que em algum momento, por qualquer motivo banal, eu não gostei delas. Mas quando houve a oportunidade de tirar minhas conclusões finais, vi que estava enganada. E andentrei em uma amizade / amor repentino.
Queria que as pessoas não que parassem de julgar, mas que pelo menos parassem de deixar se levar. Todos nós temos defeitos e qualidades, e ninguém gosta de ser julgado pelo que não é .
Dê uma oportunidade não para os outros, mas até para si mesmo. ;)

sexta-feira, 27 de março de 2009

><


(...)


Medo de tudo continuar assim.
Medo de continuar sem planos.
Medo de não realizar sonhos. Medo de terminar assim.
Medo de não mudar.
Medo de não conseguir.
Medo de ver a vida passar.
Medo do normal.
Medo da rotina.
Medo de continuar apenas existindo. Medo do fim.

terça-feira, 24 de março de 2009


"...Um dia você aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mais sim quem esta nela .. E aprende que não temos que mudar de amigos, e sim compreender que os amigos mudam .. "



Homenagem a Lúcia, não apenas uma amiga! Mas uma irmã (:

segunda-feira, 23 de março de 2009

Cair e Levantar !


É engraçado as voltas que o mundo dá. Quando você acha que nunca mais vai acontecer aquilo, acontece e você vê que não tem a mesma postura sobre tal coisa. Aí, você vê o teu próprio crescimento, o que antes pra você era até meio excitante, você acha bobo, idiota. O ruim é quando a pessoa que te acompanha, que te faz companhia, não é mais teu companheiro. E você se sente só ! E você sente um flor murchar, e outra nascer dentro de você. Enquanto estás triste, alguém vem e te dá um sorriso, você têm que retribuir. Até que um dia, você retribui porque quer; Até que um dia, você acha tudo aquilo mais bobo ainda, ri e sente um pingo de nostalgia. E acima de tudo, vê o quanto cresceu, o quanto já não é mais criança. Mas quando já se está em pé, esquecemos do quanto doeu a queda, e o quanto doeu se reerguer. Mastambem, quando se está em pé, não se percebe que tá mais dificil de cair.. Que se está mais protegida de si mesma ! E que nenhuma companhia te atinge, e que vão surgir vários companheiros, e que você vai ter o privilégio de escolher.
Aquela queda? Nem dói mais, fez apenas 'cosquinhas' ... Já passou ! ;)

sexta-feira, 6 de março de 2009

coragem,

É preciso ter um tempo longe daqui tempo de ficar só, de andar na areia e sumir.
Amor verdadeiro não reage assim pode fazer melhor esconde o medo e sorri.
Quem já nadou contra corrente sabe usar o vento a favor.
Só o momento é diferente é a mesma ferramenta que usou.
Eu não preciso mais fazer o que vc diz, dê valor ao meu suor, ninguém decide por mim.
Se eu agi errado me perdoe por que eu não quis amarrar outro nó que prende pra dividir.
O que impede de andar pra frente é a direção que escolheu. Se um abismo separa a gente quem fez a escavação não fui eu!

Eu sei que gente que tem coragem não finge que nada disso aconteceu
Quando eu acordei era fim de tarde meu lado claro escureceu.
Um novo sol só de manhã faz envelhecer tendo a mesma idade de tanto que a alma sofreu!

Eu sei que...
GENTE QUE TEM CORAGEM NÃO FINGE!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Existo?

Estou com frio !
Estou com medo !
Estou confusa !
Estou apaixonada !
Estou amando!
Estou...

Mas este estar,
É vago,
É o certo usá-lo ?

Vivo com frio !
Vivo com medo !
Vivo confusa!
Vivo apaixonada !
Vivo amando !
Mas vivo,

São apenas verbos,
Que modificam
O modo de viver,

Não sei do que sinto,
Mas sinto.
Não sei como vivo,
Mas vivo.
Não sei se é correto.
Mas faço.

Porque o meu hoje
É maior que o meu ontem.
E ainda hoje,
Será maior que amanhã,
Pois este amanhã,
Virará hoje,
e será mais importante
Que o hoje de hoje.

domingo, 11 de janeiro de 2009

,

Diálogo [por Rita Apoena]

- E você, por que desvia o olhar?

(Porque eu tenho medo de altura. Tenho medo de cair para dentro de você. Há nos seus olhos castanhos certos desenhos que me lembram montanhas, cordilheiras vistas do alto, em miniatura. Então, eu desvio os meus olhos para amarra-los em qualquer pedra no chão e me salvar do amor. Mas, hoje, não encontraram pedra. Encontraram flor. E eu me agarrei às pétalas o mais que pude, sem sequer perceber que estava plantada num desses abismos, dentro dos seus olhos.)

- Ah. Porque eu sou tímida."