sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Dualidades




Acho incrível as duas caras que tens. Uma que eu amo. Aquela voz doce, aveludada, que consegue o que quer. O olhar sincero, que consegue acalmar qualquer olhar aflito que encontrar. O toque leve, que vai percorrendo como se já fosse meu. Quando vejo esse seu eu, desisto de tudo e corro pros teus braços. Desisto de tudo o que eu pensei sobre nós, ou até sobre eu e você. Quando me separo de ti sonho com teu sorriso, o sorriso que combina com a tua face. Nada de deboches, nada de ironias. O sorriso reflete uma alegria n'alma. Assim que eu te queria ! O tempo todo... Esta tua face me faz acreditar que eu sou pra ti, eterna, única.
Mais aí vem a tua outra face. Aquela que eu odeio. Aquela que tem uma voz autoritária, que não "se acha", mas tem certeza. Aquela que manda, desmanda e pisa em corações sem nem olhar pra trás. O olhar foge, não consegue corresponder ao de ninguém. O toque é rápido e interesseiro. Esta outra face me dá certeza de que eu sou apenas mais uma, aquela da vez. Esta tua face ignora a outra e ignora tudo o que a outra face fez, o que a outra face plantou.
Mas o que eu mais odeio nesse negócio de duas faces é não conseguir me achar nelas, ser comandada por elas. Ora queres que eu te ame, eu te amo. Ora queres que eu te odeie, eu te odeio.
E assim em mais uma de suas manipulações, em mais uma de seus jogos você tem a minha ajuda, como o peão.

Luna Gandra

Momento Selo:



Este é chamado "Blog Dourado", quem me presenteou foi a Helinha. Muito obrigada moça, adorei. Queria que soubesse que o seu blog é um dos meus favoritos quando a questão é transparência. Obrigada novamente.

As regras são postar o link do blog que te deu o selinho e indicá-lo para outros 15 blogs.

Ofereço para:

- Lusinha
- Cookie
- Vende na Farmácia
- Vic.
- Ronaldo
- Curiosa
E os nove primeiros que comentarem aqui.

12 comentários:

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Luuuniinha! Tudo bem? Espero que sim.!

As duas caras citadas no texto são realmente muito "destrutivas" dependendo da situaçã, do relacionamento, da pessoa.. >< Ai ai...

Eu faria tudo para ficar com a face positiva da pessoa. Quando ela vier com a face indiferente, simplismente ignore, experimente pagar na mesma moeda, com indiferença também, talvez assim ele note o que está perdendo.

Belíssimo texto! Mais um vez!

p.s: Estou fazendo um post aqui só de selos... eu TE INDIQUEI PRA UM! :D Você é nota 10, sim! Rs'

Acho que seu convite do msn chegou aqui pra mim... (;

Beeijos!

Desabafando disse...

Que lindo seu texto!

Luiz Guilherme disse...

é....a calma sem alma é uma coisa desesperadora,sem saída.

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

Joy disse...

*-*!
Menina! Que texto!
Dois lados da mesma moeda e as duas faces da mesma pessoa!

Bjos

Lucas disse...

Amo essa música dos engenheiros!

Quanto ao post acho que todos nós temos essa dualidade, esse conflito de bem e mal dentro da pessoa que somos, mas, como dizem para se apreciar as rosas temos q suportar seus espinhos

bjxxx

Juliano disse...

Amor e ódio, andam juntos desntro do nosso coração.! O ódio traz o amor de diferentes formas.
Lindo Luna

Parabéns pelos selos.

Beijoooos

CooKie disse...

brigada pelo selinho!

achei o texto muito lindo

Luna Sanchez disse...

A gente sempre se perde entre essas duas faces...sempre.

Beijo, Luna.

ℓυηα

Caroline Nogueira disse...

que intenso, assim como todos os outros que tu falas do mesmo assunto!

;)

alinenígena ' disse...

Nossa, vc escreve tão bem :o
Amo seus textos, PARABÉNS *-*

Valdeir Almeida disse...

Luna,

Coloquei seu blog na minha "Lista de blogs", assim, todas as vezes que você publicar um post, virei aqui para ler e comentar.

Sei o que você está sentindo quanto às decepções, ultimamente fui pego de surpresa em várias. Tenho pouquíssimos amigos, o número restrito se justifica por isso: lealdade; se há algo que eles não gostam em mim, vêm falar comigo pessoalmente, em seguida fica tudo bem; melhor do que ficar espalhando coisas fabricadas por aí.

Também irei elaborar um post sobre minha recusa a receber novos selos. Aliás, o termo não é bem uma recusa; o fato é que não posso ficar o tempo inteiro me dedicando ao blog. Para mim bloggar é ser surpreendido pela inspiração fora da Web. Depois, você posta o texto no blog e visita outros blogs. Os selos me inviabiliza de fazer isso, pois tenho que gastar tempo repassando selos.

Vixe! Escrevi demais.

Beijos e bom feriadão.

Aninha Leme disse...

adorei seu texto!

parabéns pelo selo que vc decidiu não mais postar
kkkkkkkkkkkkkkkk

besos